SCUDERIA FERRARI MARLBORO


Amor sem beijinho, Buchecha sem Claudinho: é assim que os fãs da Fórmula 1 tratam a relação da Ferrari com a Fórmula 1. Costuma-se dizer que a mística equipe italiana só fabrica carros em série para financiar suas operações na Fórmula 1, uma hipérbole típica dos tifosi. Não se imagina a categoria sem a equipe italiana, única equipe presente na categoria desde 1950, e vice-versa. É bacana que uma equipe tenha fãs tão fiéis, até porque sabemos que a equipe, vira e mexe, vira uma bagunça italiana típica e os resultados podem desaparecer de uma temporada para outra. Apesar disso e da arrogância costumeira de seus líderes, a equipe não tem do que reclamar: dominou a última década, com 6 títulos de pilotos.

Sediada em Maranello, Itália
16 títulos de construtores
793 corridas
210 vitórias
203 poles-positions
4093,5 pontos

7- FELIPE MASSA

Felipe, fale sobre Timo Glock e Lewis Hamilton

Felipe Massa é o maior ídolo brasileiro da Fórmula 1 atualmente. Simpático, agrada à mídia e à torcida com suas declarações sensatas e com sua performance na pista. Performance essa que nem sempre foi a de um piloto de ponta. Estreou na F1 em 2002 e mostrou velocidade, falta de cérebro e absoluta falta de controle na chuva. Peter Sauber o mandou para um período “rehab” como test driver na Ferrari, onde aprendeu muito e voltou um pouco evoluído para a equipe suíça em 2004. Em 2006, foi para a Ferrari e começou cambaleante. Porém, ganhou massa cerebral, aprendeu a liderar uma equipe e chegou ao ápice ao brigar pelo título com Hamilton até a última etapa de 2008. É um piloto de ponta com cara de moleque e língua presa.

Brasileiro, de São Paulo, nascido em 25 de Abril de 1981
Vice-campeão de F1 em 2008
114 GPs disputados
11 vitórias
15 poles-positions
320 pontos
Campeão da F3000 Européia em 2001, da F-Renault européia e da F-Renault italiana em 2000 e da F-Chevrolet em 1999

8- FERNANDO ALONSO

Essa foto não está insinuando que Alonso é chorão, é apenas ilustrativa

Único bicampeão de Fórmula 1 em atividade, Fernando Alonso só perde para Schumacher. Completo, entende tudo de acerto, liderança de equipe, corridas no seco e no molhado, ultrapassagens, treinos e corridas. Versátil, já venceu em mais de 15 pistas diferentes na categoria. Porém, como bom espanhol, é linguarudo pra caralho. A aparência de moleque cool cultivada no seu começo de carreira sumiu tão logo ele obteve seu primeiro título, dando lugar a uma insuportável imagem de estrelinha. Venceu os títulos de 2005 e 2006. Nos últimos anos, pegou uma McLaren voltada contra ele e carros ruins na Renault.

Espanhol, de Oviedo, nascido em 29 de Julho de 1981
Campeão de F1 em 2005 e 2006
138 GPs disputados
21 vitórias
18 poles-positions
577 pontos
Campeão da F-Nissan espanhola em 1999

Anúncios